Blog do Doutor Jairo Bouer

“Trocados” pelo smartphone vão atrás de aceitação nas redes sociais

Jairo Bouer

Sabe quando uma pessoa que está jantando com outra e pega o celular e simplesmente ignora a companhia para usar o smartphone? Esse tipo de atitude, cada vez mais fácil de ser observado, ganhou até um apelido, em inglês: “phubbing”, uma mistura de phone (telefone) e “snubbing” (esnobar).

Pois um estudo mostra que as vítimas dessa falta de atenção acabam se voltando para seus próprios smartphones e usam as mídias sociais para buscar aceitação.

Essa não é a primeira vez que os  pesquisadores, da Baylor University, nos Estados Unidos, analisam os efeitos do “snubbing”. Em trabalhos anteriores, eles concluíram que o comportamento prejudica relacionamentos e pode até aumentar o risco de depressão.

Agora, eles perceberam que as vítimas de “snubbing” tentam compensar a frustração de serem ignoradas por alguém que costuma trocá-las pelas redes sociais apelando para as próprias plataformas em busca de inclusão social. Os resultados foram publicados no Journal of the Association for Consumer Research.

O curioso é que, no final das contas, as vítimas desse comportamento acabam correndo o risco de perpetuá-lo, fazendo o mesmo com outras pessoas. E então vira um ciclo vicioso.

A equipe entrevistou mais de 330 pessoas em dois diferentes experimentos. Eles observaram que metado dos que já foram “trocados pelo smartphone” reportou gastar mais de 1,5 hora usando o aparelho por dia. Um quarto relatou gastar mais de 90 minutos apenas em redes sociais. E mais de um terço admitiu que usava a plataforma para tentar interagir com gente nova e se sentir mais aceito.

Embora o propósito declarado das redes sociais seja conectar as pessoas, parece que a ferramenta também acaba exercendo o papel contrário.