Blog do Jairo Bouer

Provedor só age em metade dos casos de assédio sexual nas redes, diz estudo

Jairo Bouer

12/02/2016 20h04

cyberbullying615

Apenas um em cada cinco adolescentes que sofrem assédio sexual em redes sociais como o Facebook reporta o incidente para o provedor do serviço, que, por sua vez, só toma providências em metade dos casos. Esse é o resultado de um estudo publicado nesta quinta-feira (11) no periódico Cyberpsychology, Behavior, and Social Networking.

O estudo foi feito com 1.015 estudantes de 11 a 19 anos (51% garotos e 49% garotas) de 11 escolas da Bélgica. Do total, 303 (ou 29,9%) dos participantes relataram alguma forma de assédio sexual na sede nos seis meses anteriores às entrevistas. A maioria (78%) dos incidentes ocorreu no Facebook. O Ask.fm e o Instagram aparecem em segundo e terceiro lugar.

Em 46,9% dos casos, os provedores não tomaram nenhuma providência diante da denúncia, e em apenas 29,4% deles o conteúdo em questão foi removido. O trabalho também mostrou que, quanto maior a raiva e a vergonha das vítimas, maior era a dificuldade delas em ter controle sobre a situação.

Para os pesquisadores, da Universidade de Antuérpia, os provedores deveriam, além de remover o conteúdo ofensivo e rastrear os autores do assédio, considerar estratégias de apoio emocional às vítimas. Além disso, os usuários deveriam ser mais bem informados sobre as formas de se gerenciar os recursos das redes.

 

Sobre o autor

Jairo Bouer é médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e bacharel em biologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Fez residência em psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da USP. Nos últimos 25 anos tem trabalhado com divulgação científica e comunicação em saúde, sexualidade e comportamento nos principais veículos de mídia impressa, digital, rádios e TVs de todo o país.

Sobre o blog

Neste espaço, Jairo Bouer publica informações atualizadas e opiniões sobre biologia, saúde, sexualidade e comportamento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Topo