Blog do Jairo Bouer

Quer manter seu casamento? Aprenda a agradecer, sugere estudo

Jairo Bouer

23/10/2015 19h40

CASAMENTO300Um estudo sugere que a gratidão é um dos ingredientes mais importantes para a manutenção de um casamento. De acordo com pesquisadores da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos, ouvir um “obrigado” faz a pessoa se sentir valorizada, o que interfere na forma como ela enxerga o relacionamento e cuida dele.

O trabalho, publicado na revista Personal Relationships, partiu da análise de entrevistas com 468 indivíduos casados feitas por telefone. A equipe, coordenada pelo pesquisador Allen Barton, da Faculdade de Ciências da Família e do Consumidor, concluiu que a expressão de gratidão foi o indicador mais consistente de qualidade conjugal.

Os pesquisadores perceberam que, mesmo quando um casal estava passando por dificuldades financeiras ou algum outro tipo de crise, a gratidão trazia resultados positivos para os conflitos.

O estudo também associou a capacidade de dizer “obrigado” a um maior compromisso com o relacionamento e uma comunicação mais efetiva entre o casal. Segundo os pesquisadores, essa palavra poderosa ajuda a interromper o círculo vicioso de defesa e crítica que costuma se instalar nas brigas conjugais. Afinal, não importa tanto a frequência das discussões, mas o tom que elas têm.

Sobre o autor

Jairo Bouer é médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e bacharel em biologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Fez residência em psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da USP. Nos últimos 25 anos tem trabalhado com divulgação científica e comunicação em saúde, sexualidade e comportamento nos principais veículos de mídia impressa, digital, rádios e TVs de todo o país.

Sobre o blog

Neste espaço, Jairo Bouer publica informações atualizadas e opiniões sobre biologia, saúde, sexualidade e comportamento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Blog do Dr. Jairo Bouer
Topo