Blog do Doutor Jairo Bouer

Brasileira pode ter contraído HIV ao compartilhar alicate de unha

Jairo Bouer

MANICURE300Um relato de caso publicado em um periódico científico sugere que o HIV pode ser transmitido por instrumentos de manicure contaminados. Uma brasileira de 22 anos teria contraído o vírus ao usar alicates e espátulas de uma prima soropositiva.

Em um artigo na revista Aids Research and Human Retroviruses, os pesquisadores deixaram claro que esse tipo de transmissão é muito raro. Tanto que não há menção sobre isso em sites de referência, como o do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

O trabalho foi assinado por Elaine Monteiro Matsuda e outros especialistas do Programa de Aids de Santo André, do Instituto Adolfo Lutz e da Universidade de São Paulo.

Ao ser diagnosticada, a garota estava com a infecção em estágio avançado, e não apresentava comportamentos de risco para Aids. Os exames de sangue mostraram que ela havia contraído o vírus dez anos antes, mesma época em que compartilhou equipamentos de manicure com uma prima que veio a ser diagnosticada com a doença.

A análise genética dos vírus de ambas as pacientes mostrou que eles tinham semelhanças, o que reforçou a tese. De qualquer forma, trata-se apenas de um relato de caso, e não de um estudo com diversos participantes.

Embora esse tipo de transmissão seja muito raro no caso do HIV, usar instrumentos como alicates de unha sem a devida esterilização pode levar ao contágio por outras doenças, como as hepatites B e C. Por isso, a recomendação é sempre levar os próprios utensílios para o salão de beleza.